domingo, 23 de outubro de 2016

Tecpar apresenta em Maringá plano de investimentos na cidade

Foto: divulgação
O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) apresenta em Maringá os planos de expansão da empresa na cidade, após a escolha pelo Ministério da Saúde para que o instituto produza 14 novos medicamentos para o Sistema Único de Saúde (SUS). O diretor-presidente, Júlio C. Felix, se encontrou com autoridades e empresários da região no última sexta-feira (21).

O Tecpar vai produzir em Maringá, a partir de 2018, 14 medicamentos biológicos e hemoderivados cuja demanda anual pelo Ministério da Saúde é de R$ 2,6 bilhões. Para isso, o ministério vai destinar ao Tecpar e a outros laboratórios públicos brasileiros investimentos de R$ 6,4 bilhões para incentivar a produção nacional de medicamentos, insumos e tecnologias em saúde.
Em Maringá, Felix se encontrou com o prefeito Carlos Roberto Pupin para apresentar o plano de expansão da empresa. O Tecpar vai construir sua planta no Tecnoparque, em um terreno doado ao instituto pela prefeitura, que é destinado para a atração de empresas de base tecnológica.
Além da fábrica, o Tecpar vai construir ali a sua unidade de fill and finish, que tem como objetivo realizar a formulação, envase, embalagem e armazenamento de medicamentos injetáveis produzidos pelo instituto. O projeto do prédio já foi licitado e entregue. A obra será licitada ainda em 2016. O projeto conta com investimentos do Ministério da Saúde e do Governo do Paraná.
Felix afirma que teve o apoio da prefeitura para que as obras no entorno do terreno onde será construída a fábrica sejam aceleradas. "O instituto reforça sua vocação como centro de Pesquisa e Desenvolvimento e como produtor de medicamentos de alto valor agregado, descentralizando a geração de empregos e riquezas no estado", pontua.
Para o prefeito de Maringá, o investimento na fábrica do Tecpar na cidade vai transformar o município em um centro de referência na área de biotecnologia. “Investimentos dessa magnitude são importantes para a cidade e para a região, pois serão abertos novos postos de trabalho qualificados. É uma grande oportunidade para a absorção da mão-de-obra de estudantes que se formam na região”, salienta.
A produção dos medicamentos biológicos e hemoderivados pelo Tecpar deve gerar 370 empregos diretos e qualificados no Paraná, além de envolver cerca de 20 doutores especializados em pesquisas para auxiliar o desenvolvimento dos produtos.
O diretor-presidente também apresentou os investimentos que serão feitos em Maringá a empresários e empreendedores da região durante um evento sobre inovação realizado pelo Sebrae-PR.
Tecpar
O Tecpar é uma empresa pública do Governo do Estado e tem 76 anos de atividade. Os negócios do instituto são divididos em quatro grandes unidades: Soluções Tecnológicas, para dar apoio às empresas que buscam inovar; Empreendedorismo Tecnológico Inovador, com suas incubadoras tecnológicas e com os parques tecnológicos, como o Parque Tecnológico da Saúde; Educação, com qualificação para o mercado privado e ainda com desenvolvimento de capacitações para servidores municipais de prefeituras paranaenses; e Indústria Farmacêutica e Biotecnológica, com desenvolvimento e produção de kits diagnósticos veterinários, vacina antirrábica e produção de medicamentos de alto valor agregado para a saúde pública brasileira.
Além disso, o instituto atende demandas do Governo do Estado, sendo executor de projetos na área de energias renováveis e empreendedorismo tecnológico.

Saiba mais sobre o instituto em www.tecpar.br.
Fonte: Tecpar 

Postagem em destaque

Crea-PR inicia processo para eleição de Inspetores

Nesta segunda, dia 18, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná – Crea-PR, inicia o processo de eleição de Inspetores com ...

Postagens mais visitadas da semana