segunda-feira, 24 de abril de 2017

Livro impresso ainda é preferência entre jovens

Jovem escritora ponta-grossense explica paixão pelas obras impressas Livro Relato de Nós Dois autora Ana Rezende
Ontem dia 23 de abril (domingo) foi comemorado o Dia Mundial do Livro. Apesar do avanço da tecnologia e dos livros alcançarem o mundo digital, a maioria dos leitores ainda prefere a leitura nos exemplares impressos. Entre os jovens não é diferente, um estudo publicado pela American University no início deste ano comprova que 92% dos jovens preferem o livro impresso.
Ana Rezende Foto: divulgação

A escritora ponta-grossense e publicitária, Ana Rezende, conta que a paixão pela leitura começou quando criança, depois que ganhou um livro de presente do pai, ela ainda lembra do título - “Os Sete do André Vianco”. Assim como os jovens da pesquisa, Ana declara que sempre preferiu o impresso, mesmo depois que surgiram os e-books. 


“Me sinto mais perto dos personagens e do ambiente da leitura. Gosto de sentar na frente de uma janela e ter esse contato com o papel, folhear o livro e sentir o cheirinho dele novo e principalmente dele usado quando comprado em sebos. Aprendi a ler no papel e acho que a literatura para mim sempre será esse gosto do tato e de ver os livros na estante formando um arco-íris de cores e histórias”, conta a escritora.

Ana é autora do livro ‘Relato de Nós Dois’, ela lançou em 2014 apenas na versão impressa. A obra é um romance voltado ao público juvenil. A escritora já tem a continuação do livro e outras histórias escritas. “Meu plano daqui pra frente é continuar escrevendo cada vez mais”.

Das Assessorias 

Postagem em destaque

Conferência Municipal de Saúde movimenta Conselho de Saúde

A comunidade de Ponta Grossa será palco de um dos maiores eventos realizados pelo Conselho Municipal de Saúde.

Postagens mais visitadas da semana