sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Paraná - Termina dia 16 o prazo para inscrições de projetos de lei no Geração Atitude

Foto: Geração Atitude 2017 Arte: Vinícius Leme / Alep
Termina nesta segunda-feira (16) o prazo para inscrição de projetos de lei de autoria dos alunos interessados em participar da edição 2017 do Geração Atitude, programa desenvolvido pela Assembleia Legislativa do Paraná em parceria com o Ministério Público estadual, com o apoio da Secretaria de Estado da Educação, do Tribunal de Justiça e da Assessoria Especial da Juventude do Governo do Estado.

As inscrições são feitas via internet, no próprio site da Assembleia. Basta clicar na opção “Destaques”, no alto e à direita na página inicial do site (http://www.alep.pr.gov.br/), escolhendo em seguida o link “Geração Atitude”. Ali o interessado vai encontrar o “Cadastre seu projeto”, com todas as instruções necessárias para tanto, inclusive com dicas sobre como se pode redigir um projeto de lei.

Até agora já foram inscritas mais de duzentas propostas de lei, oriundas de diversas regiões do estado. Os 32 melhores trabalhos renderão a seus autores e professores uma viagem a Curitiba, com a Caravana da Cidadania, que é mais uma das etapas do evento, que busca apoiar a formação cidadã de estudantes do Ensino Médio de escolas localizadas nas áreas de atuação dos 32 Núcleos Regionais de Educação (NRE) do Paraná. O Geração Atitude permite a participação de todas as escolas vinculadas a um dos 32 NREs, uma vez que a metodologia e os materiais de apoio podem ser utilizados de forma aberta e irrestrita.

O programa – O Geração Atitude foi formalizado em 2015, com a assinatura de convênio reunindo Legislativo, Executivo e Judiciário, com a finalidade de incentivar o exercício da cidadania nas escolas públicas da rede estadual, por meio de ações educativas. Na ocasião, o presidente da Alep, deputado Ademar Traiano (PSDB), destacou a importância da iniciativa que promove o debate sobre o funcionamento dos três Poderes e das demais instituições, permitindo aos jovens vivenciar de modo crítico o exercício da cidadania e da representação política. E manifestou sua esperança de que, “no futuro, esses jovens se tornem governantes de suas cidades, lideranças de nosso estado”.

Através do projeto os estudantes do Ensino Médio podem participar de gincanas culturais, palestras e aulas ministradas por professores e promotores sobre o funcionamento dos Poderes. Também aprendem a elaborar projetos de lei, emendas e decretos legislativos. Contempla ainda ações específicas, como o “Geração na Escola”, que engloba um conjunto de atividades voltadas à formação cidadã, apoiadas em planos de aula relativos ao exercício da cidadania e que são definidos em linguagem simples e direta através do Guia do Cidadão, cartilha composta por 68 páginas tratando de temas como democracia, política, eleições, direito ao voto, entre outros. A cartilha pode ser acessada pelos sites da Assembleia e do Ministério Público.

Fonte: ALEP

Postagem em destaque

Conferência Municipal de Saúde movimenta Conselho de Saúde

A comunidade de Ponta Grossa será palco de um dos maiores eventos realizados pelo Conselho Municipal de Saúde.

Postagens mais visitadas da semana