quinta-feira, 29 de março de 2018

Ponta Grossa: Mobilização "STF agora é sua vez. Confiamos na justiça"

Ontem (29), na Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG), estiveram reunidas lideranças com ao intuito de preparar para a próxima terça-feira, 3 de abril, um ato público com saída da Praça dos Polacos, às 17 horas com o objetivo de sensibilizar o Superior Tribunal de Justiça (STF) para que rejeite os pedidos de habeas corpus apontados pela Operação Lava Jato. A manifestação acontecerá em forma de passeata, às com concentração na Praça dos Polacos, e se estenderá pela Avenida Vicente Machado até a lateral do Terminal Central.
Participantes da reunião / Foto divulgação
A reunião contou com representantes do Observatório Social do Brasil, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sindicato das Empresas de Carga de Ponta Grossa (Sindiponta), Movimento Brasil Livre (MBL), Conselho Comunitário de Segurança de Ponta Grossa (Conseg), Faculdades Ponta Grossa, Acipg Jovem, Associação Paranaense de Supermercados (Apras), Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (Cescage), Sindicato das Indústrias de Serrarias, Carpintarias e Tanoarias e de Marcenarias de Ponta Grossa (Sindimadeira), Sindicato de Escolas Particulares (Sinep), Sociedade Rural dos Campos Gerais, Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado do Paraná (Aprosoja–PR), Associação Paranaense dos Oficiais da Reserva, do vereador Ricardo Zampieri (PSL) e do desembargador José Sebastião Fagundes Cunha.

De acordo com presidente da ACIPG, Douglas Taques Fonseca, o ato foi motivado pelos últimos acontecimentos protagonizados pelo STF, que deverá, na próxima quarta-feira (04). Segundo ele, o movimento é apartidário e com o objetivo de evitar que o STF conceda o habeas corpus preventivo de Luiz Inácio Lula da Silva, impetrado pela defesa, com o objetivo de evitar a prisão do ex-presidente. “A decisão abre precedente, que dará a oportunidade de defesa para inúmeros acusados de corrupção, listados na Operação Lava Jato, de aguardarem seus julgamentos em liberdade”, disse.

Representando a FACIAP, o coordenador Sérgio Leopoldo, comentou que a operação Lava Jato ajudou os brasileiros a acreditarem que o Brasil não é a terra da impunidade. Ele ressalta que independentemente da cor partidária ou do tamanho da conta corrente, empresários, políticos e doleiros responsáveis por desvios públicos bilionários foram processados e cumprem na cadeia a pena por seus crimes. “Esperamos que o STF confirme a decisão que réus condenados à prisão em segunda instância cumpram suas penas. Afinal, esses réus já tiveram sua sentença confirmada em primeira e segunda instâncias”, explica Leopoldo, salientando que as manifestações acontecerão por todo o Paraná.

Segundo o Diretor Geral do CESCAGE, José Sebastião Cunha Filho, “Ponta Grossa levanta a voz contra a impunidade, pede um basta à corrupção e suas instituições convocam a população para ir às ruas como forma de pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF) a rejeitar o pedido de habeas corpus em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva".

Serviço:
Manifestação para evitar que o STF conceda o habeas corpus preventivo para Lula
Data: 03/04/2018
Horário: 17 horas
Local: Praça dos Polacos – Rua Balduíno Taques, esquina com a Avenida Vicente Machado.

Postagem em destaque

Crea-PR inicia processo para eleição de Inspetores

Nesta segunda, dia 18, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná – Crea-PR, inicia o processo de eleição de Inspetores com ...

Postagens mais visitadas da semana